Arquivo mensais:setembro 2011

Marcha contra a corrupção Anonymous

Em 07 de setembro participamos da Marcha contra a corrupção organizada pelo Anonymous. Lamentamos apenas que as autoridades não compeendam a legitimidade de tais manifestações. Mais de 250 jovens nas ruas de Bauru, cobrando moralidade e respeito aos cidadãos. Isto é só o começo, muitas outras ações coordenadas pela Internet virão. 2012 está chegando e é hora de abrimos bem nossos olhos e revisarmos as “promessas feitas”.  Agradeço a equipe do @bauruanonymous pela excelente mobilização

Anatel extrapola ao regulamentar guarda de logs pelos provedores.

Enquanto de debate do Projeto de Lei 84/1999 (Lei Azeredo) já dura onze anos e onde a questão da guarda de logs de “registros de conexão” de usuários não chega a um ponto final, enquanto os debates sobre a guarda de logs pelos provedores de conexão e serviços acirram debates sobre o Marco Civil da Internet Brasileira, a Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) surpreendeu a todos com seu novo regulamento do Serviço de Comunicação Multimedia (SCM), ao prever a obrigação dos provedores em custodiarem “logs” por 3 (três) anos, desconsiderando e desrespeitando todos os esforços, debates, audiências, seminários e opiniões onde o que se discute é a constitucionalidade, eficácia e legalidade de tais medidas. Continue lendo

Seminário Segurança Digital e Cidadania na Câmara dos Deputados

Em 24/08/2011 estivemos na Câmara dos Deputados, a convite do Dep. Bruno Raul, palestrando no painel “Formas de Investigação”, no seminário de segurança digital e cidadania, organizado para Debater o PL 84/1999, a “Lei Azeredo”. No mesmo dia, recebemos a notícia que o Marco Civil virou Projeto de Lei, e irá tramitar pelo Congresso. Somos gratos pelo convite, pois nunca, em todos os debates sobre o PL, ouviu-se a “visão pericial” sobre o tema. Foi possível demonstrar que sem estrutura investigativa e perícia nos provedores de acesso e serviços, a Lei de Crimes de Informática não terá eficácia alguma. Igualmente, demonstramos o risco à privacidade dos cidadãos em disposições existentes tanto no PL como no texto atual do Marco Civil, que carece aliás de profundas alterações, para não se tornar uma Lei que só favorece os provedores e legitima condutas invasivas.

Bate-papo com Cátia Fonseca no Programa Mulheres

Em 16/08/2011 estivemos na TV Gazeta, no programa Mulheres, comandado por Cátia Fonseca, tratando sobre o tema “Crimes Digitais”. Na oportunidade, foi possível esclarecer dúvidas comuns sobre os riscos da superexposição na rede, principalmente por mulheres em busca de novos relacionamentos. Para saber mais, não perca o Mulheres, acesse http://www.tvgazeta.com.br/mulheres