7 erros jurídicos que startups cometem e podem pagar caro

O ciclo de uma startup é comum para todas empresas nascentes: da ideia à execução. Pouquíssimos são os empreendedores que se preocupam em moldar sua estrutura jurídicas desde o momento zero, quando ainda se pode evitar prejuízos futuros (jurídicos, societários, consumeristas, regulatórios, e outros).

Portanto, pelo bem de sua startup, confira 7 grandes erros jurídicos que empreendedores cometem durante a execução daquela ideia brilhante!

Leia matéria completa em: http://exame.abril.com.br/pme/7-erros-juridicos-que-startups-cometem-e-podem-pagar-caro/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *