Arquivo da tag: Especialista em Crimes Digitais

51% das empresas no Brasil já sofreram sequestro de sistemas

Cerca de metade das empresas brasileiras já sofreu algum tipo de ataque em que seus sistemas de informação foram sequestrados por hackers interessados em obter ganhos financeiros, segundo pesquisa de uma companhia de segurança de computadores, divulgada nesta segunda-feira.

Segundo a pesquisa da Trend Micro, que ouviu cerca de 300 empresas no Brasil e mais de 200 em outros países latino-americanos, 51 por cento das empresas brasileiras disseram ter sido vítimas de um ataque de tipo “ransomware” no ano passado. Continue lendo

Big Data e as análises na predição de crimes e fraudes

Projetos para predição de crimes usando tecnologias Big Data estão em franco desenvolvimento em todo o mundo. Basicamente, coletar grandes quantidades de dados e analisá-los, gerando inteligência e base para decisões. Compreendeu-se, lá fora, que a questão é estratégica e envolve não apenas segurança pública mas defesa nacional. O sucesso no esclarecimento de crimes com base em câmeras de vigilância é apenas uma pequena ponta do que grandes volumes de informações geradas e tratadas podem fazer no que tange à inteligência. O Governo Obama tem despejado muito dinheiro em programas desta natureza.

Leia meu artigo completo aqui

Lei Carolina Dieckmann está valendo: O que muda na Segurança da Informação e quais os impactos na Sociedade?

Entra em vigor no dia 02 de abril de 2013, no Brasil, a Lei Carolina Dieckmann, número 12.737/2012, que tipifica os crimes cibernéticos (crimes informáticos).  A Lei, fruto de um casuísmo, em que o inquérito policial relativo a suposta invasão do computador da atriz sequer foi concluído, e nenhuma ação penal intentada (porém os acusados mais que pré-julgados), passa a punir determinados delitos, como a “invasão de dispositivos informáticos”, assim dispondo especificamente:  Art. 154-A.  Invadir dispositivo informático alheio, conectado ou não à rede de computadores, mediante violação indevida de mecanismo de segurança e com o fim de obter, adulterar ou destruir dados ou informações sem autorização expressa ou tácita do titular do dispositivo ou instalar vulnerabilidades para obter vantagem ilícita:  Pena – detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, e multa.   Continue lendo

Marco Civil da Internet: O que muda para usuários e quais os entraves?

Todos os profissionais de segurança da informação, TI, autoridades e advogados em direito digital estão apreensivos no que diz respeito à votação do Marco Civil, adiada por mais de 6 (seis) vezes. Mas, quais os direitos dos usuários? Quais os entraves? O que muda na justiça com a Constituição da Internet?

Elaborei um artigo que traça um panorama geral sobre o Marco Civil, da sua gênese na consulta pública, até os pontos polêmicos da versão atual, bem como as dificuldades para um consenso entre governo e base aliada para votar o texto.

Acesse aqui o artigo! 😉

Até a próxima!