Arquivo da tag: perito em computação forense

Reputação digital no Jornal A CIDADE de Ribeirão Preto

O Advogado e Perito Digital, José Antonio Milagre, fala sobre reputação digital em entrevista ao Jornal A CIDADE de Ribeirão Preto e como as prefeituras tem interagido com os cidadãos através das redes sociais (01/03/2014, pág. A3).

Cidadãos usam redes sociais para cobrar serviços da Prefeitura.

Cidadãos usam redes sociais para cobrar serviços da Prefeitura.

Diariamente a Prefeita Dárcy Vera usa seu tablet como ferramenta de interação com os internautas.

Diariamente a Prefeita Dárcy Vera usa seu tablet como ferramenta de interação com os internautas.

 

"Nenhum órgão público pode virar as costas para as redes sociais", diz José Milagre.

“Nenhum órgão público pode virar as costas para as redes sociais”, diz José Milagre.

Para entender o programa PRISM e os impactos nos dados de corporações e civis do Brasil

Logo após 11 de setembro, políticos, pesquisadores, cientistas e qualquer pessoa encontrava um grande microfone que ecoava e repetia “precisamos fazer sacrifícios em nome de uma maior segurança”. Só não se tinha a exata dimensão de quais sacrifícios seriam…

Privacidade é um bem moderno, que passa a mudar nos séculos XIX e XX. A medida em que o século XX avança a população dos EUA, incluindo os imigrantes, passaram a considerar a privacidade, momento em que novas definições começaram a surgir, como o “direito de ser deixado sozinho”.

Porém somos apresentados à Internet. A procura de informações sobre uma mancha roxa que surgiu no seu pé? Google. Irá conhecer todos os detalhes a respeito (até os não confiáveis). Cada passo online, cada pensamento, cada ideia, cada temperamento, todos os dados, fotos, vídeos, chats, sendo fornecidos a um provedor com Matriz no centro tecnológico dos Estados Unidos. Tudo passa pelos gigantes provedores, que sediados nos Estados Unidos, prestam seus serviços ao planeta.  A Internet é do mundo, mas ninguém usa um “serviço do mundo”. Ninguém usa redes sociais japonesas ou buscadores da Alemanha…

Leia o artigo completo aqui

Lei Carolina Dieckmann está valendo: O que muda na Segurança da Informação e quais os impactos na Sociedade?

Entra em vigor no dia 02 de abril de 2013, no Brasil, a Lei Carolina Dieckmann, número 12.737/2012, que tipifica os crimes cibernéticos (crimes informáticos).  A Lei, fruto de um casuísmo, em que o inquérito policial relativo a suposta invasão do computador da atriz sequer foi concluído, e nenhuma ação penal intentada (porém os acusados mais que pré-julgados), passa a punir determinados delitos, como a “invasão de dispositivos informáticos”, assim dispondo especificamente:  Art. 154-A.  Invadir dispositivo informático alheio, conectado ou não à rede de computadores, mediante violação indevida de mecanismo de segurança e com o fim de obter, adulterar ou destruir dados ou informações sem autorização expressa ou tácita do titular do dispositivo ou instalar vulnerabilidades para obter vantagem ilícita:  Pena – detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, e multa.   Continue lendo

Como se fechar o Facebook fosse deletar uma simples página da Internet

Comentários sobre a decisão da Justiça Eleitoral que determinou a suspensão do Facebook no Brasil

Um juiz da décima terceira zona eleitoral da Florianópolis protoganizou uma das cenas mais estranhas envolvendo decisões relacionadas a Internet (equiparável a do conhecido caso Cicarelli), ao determinar, recentemente que o Facebook “fechasse” por vinte e quatro horas, tendo em vista o suposto descumprimento de uma decisão liminar.

Leia nosso artigo completo aqui