José Milagre - Perito em Informática, marketing e proteção de dados. Especialista em crimes cibernéticos. Palestrante. Palestras e conscientização Combate a Crimes Digitais - Atendimento em todo o Brasil

(11) 98105-6959

(650) 318-5194

Rodeio das Gordas: Unesp pode ser responsabilizada

Rodeio das Gordas: Unesp pode ser responsabilizada

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Rodeio das Gordas
Comunidade no Orkut criada para o "Rodeio das Gordas"

Uma competição organizada por “estudantes” da Unesp em vários campus do Estado de São Paulo, denominada “Rodeio das Gordas”, levanta com veemência a discussão sobre o cyberbulling, ou seja, a difamação e a ofensa à honra por intermédio da rede mundial de computadores.

Pelo Rodeio das Gordas, classificado por bandidos mascarados de estudantes como “brincadeira”, existe uma aproximação de jovens a uma garota, de preferência obesa, e na seqüência passam a ofendê-la, agarrá-la e literalmente “montam” sobre a pessoa, o tempo que conseguirem.

O pior é que as atividades do “Rodeio”, consentido pela UNESP, que diz que não se intromete, pois repudia “procedimentos sumários”, a despeito de todo o informado pela mídia, são comumente gravadas de celulares e vão parar na Internet, que com seu poder do não esquecimento, contribui para completar a difamação às vitimas e manchar completamente suas vidas para sempre.

A “ditadura da beleza”, comumente oculta, desta vez encontra na web a possibilidade de sair da jaula, encenada por covardes anônimos que pensam que a barreira dos bits é inquebrável, e que nunca serão identificados, ao arrepio da dignidade da pessoa humana.

Seja como for, o fato é que com a perícia digital é possível identificar a grande maioria das comunidades e perfis criados em redes sociais para difamar ou contendo alusões ao Rodeio das Gordas. Mais que isso, todos aqueles que tecem comentários ofensivos aos conteúdos e páginas criadas maliciosamente na web, também poderão ser identificados e responsabilizados por ONGs, associações e estudantes comprovadamente envolvidos como vítimas.

Desde modo, ao que parece, a principal comunidade disponibilizada no Orkut sobre o Rodeio das Gordas pode facilmente ter seus dados fornecidos pelo Google, que poderá indicar o provedor de acesso de cada bandido responsável pelo cyberbullyng em maior ou menor grau, que podem responder criminalmente por difamação, além de responderem no campo cível, com indenização por danos morais e materiais.

Não bastasse a balbúrdia nos campus de Assis e Araraquara, em Bauru a situação foi pior, pois a o tema foi combatido por sites e jornalistas e em um deles, nos comentários, mais um criminoso, de forma covardemente anônima, fez questão de consignar seu amor pelo “Rodeio das Gordas” e principalmente por difamar uma das jornalistas que saíram em defesa das alunas lesadas no InterUnesp, ocorrido recentemente em outubro de 2010[1].

Ao invés de oito segundos em cima da pessoa, que fiquem oito horas presos, para que estes marginais, sem pais, possam enfim aprender o que nunca lhe ensinaram: dignidade. Todos que tiveram sua honra agredida podem e devem ser reparados pela justiça. Os criadores do rodeio, os executores, os que filmaram e principalmente os que disponibilizaram os vídeos na Web, todos, com suas respectivas condutas, podem ser enquadrados criminalmente e tem o dever de reparar às vítimas.

Não bastasse, a UNESP, por seu discurso negligente e por não impedir que atividades desta natureza fossem realizadas no campus, além de não prestar o adequado atendimento aos alunos, ainda que agora instaurando sindicâncias, deve ser igualmente responsabilizada, tendo os alunos vítimas deste episódio o direito de verem sua pretensão reconhecida pela Justiça.

NOTAS

[1] http://blogs.estadao.com.br/ponto-edu/por-criticar-rodeio-de-gordas-ex-aluna-da-unesp-e-ofendida-em-seu-site/

1 comentário em “Rodeio das Gordas: Unesp pode ser responsabilizada”

  1. Pingback: Tweets that mention Rodeio das Gordas: Unesp pode ser responsabilizada por Cyberbulling -- Topsy.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima