José Milagre - Perito em Informática, marketing e proteção de dados. Especialista em crimes cibernéticos. Palestrante. Palestras e conscientização Combate a Crimes Digitais - Atendimento em todo o Brasil

(11) 98105-6959

(650) 318-5194

Leilão de centavos: Programados para fraudar

Leilão de centavos: Programados para fraudar

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Os Leilões de centavos modelo “penny auction”, nome dado aos sites em que usuários podem lançar de centavo em centavo, ou de real e real, produtos, que começam com preço “0,00” tem ganho a cada dia mais adeptos no Brasil. Antes de lançar, o usuário deve comprar créditos pré-pagos. Pode o usuário lançar até o cronômetro do produto zerar. Queixa comum é que os usuários de boa fé nunca conseguem cobrir os lances ou lograrem-se vencedores, pois sempre aparece alguém no último milésimo, propondo um lance maior.

Em análise acerca da autenticidade de alguns sites, identificamos que descaradamente e incrivelmente, são sempre os mesmos usuários vencedores. Estes usuários, na verdade, não existem.

É isso mesmo. Em muitos sites existentes na rede, estes usuários são nada mais que “bots”, diga-se, agentes ou funções programadas para sempre cobrir o lance de usuários de carne e osso. Igualmente, como usuários são reféns do sistema, são reféns das regras e da programação, que não permite, em regra, que serem humanos cubram os “bots” nas propostas, tudo na surdina, onde os proprietários se valem da ignorância dos usuários, que de centavo em centavo, estão perdendo fortunas na Internet.

O mais incrível é que não há necessidade de perícia especializada. Basta dedução. Por que um usuário iria querer ganhar a mesma mercadoria diversas vezes? Isto está acontecendo.

Os sites já com mecanismos para fraude são inclusive vendidos pela Internet com “templates” já com bots programados. Alguns administradores ainda são “bondosos” e configuram os bots para deixarem humanos ganharem, diga-se, as vezes. Os bots dão lances automáticos, por outro lado, usuários que criem sistemas de lance automático são considerados nocivos pelo regulamento dos sites e podem ser desconectados dos sistemas.

A lógica faz sentido: para as empresas lucrarem com “centavos” elas precisam de usuários. Logo, com receio de prejuízo, empresas passam a manipular código e fraudar leilões, impedindo que muitos produtos sejam arrematados.

Se os falsos bots são desenvolvidos pela empresa, o usuário tem direito a reparação dos danos materiais e morais na justiça. Ainda, se são os próprios usuários os fraudadores, o site em nossa ótica também é responsável, devendo monitorar os certames e repreender qualquer manobra fraudulenta, anulando imediatamente o certame, quando constate fraude, sob pena de ser responsabilizado.

Aos usuários, pede-se cautela e investigação prévia eis que muitos sites de leilão online no Brasil estão operando irregularmente, não possuem sede física e muito menos emitem nota fiscal.  Outra manobra questionável, ainda, consiste em não permitir que os valores dados em lances sejam usados para compra de outros produtos no site, o que nitidamente ofende o Código de Defesa do Consumidor. Alguns sites permitem a compra, apenas do mesmo produto que o usuário deu o lance, e ainda em no máximo 24 (vinte e quatro) horas do término do leilão. O problema é que os produtos são sempre superfaturados.

E o pior, enganam os usuários, pois para comprar o produto os mesmos precisam queimar todos os seus lances, logo, não haverá abatimento verdadeiro do valor da mercadoria.

Não bastasse, tais sistemas travam e são suspensos estrategicamente, para frustrar uma competição e o arremate, e o pior, muitos dos que consultamos trazem previsão expressa nos termos de uso sobre tal “faculdade” do site. É preciso que o usuário leia os termos de uso, e se não concordar, não participe.

Diversos pontos do Código de Defesa do Consumidor são transgredidos, eis que o código considera nulas cláusulas contratuais que subtraiam do consumidor a opção de reembolso de quantia paga, o que se aplica aos leilões de centavos; Igualmente o fornecedor de serviços on-line responde por defeitos na prestação dos serviços ou por informações insuficientes ou inadequadas sobre tais serviços, o que de fato é comum em grande parte dos sites de leilão de centavos, em operação no Brasil.

Cumpre destacar ainda que tais sites, omitindo informações relevantes sobre a natureza e segurança dos serviços, ou mesmo realizando propaganda enganosa, podem, na figura de seus diretores, serem punidos criminalmente com pena de três meses a um ano de detenção e multa.

No Brasil, ainda não há um consenso se tais portais podem ser considerados “jogos de azar” eis que a possibilidade de ganhar ou perder não depende da habilidade do jogador, segundo muitos, mas exclusivamente da sorte. Deve-se destacar que “jogo de azar” é uma contravenção penal prevista no artigo 50 do Decreto Lei 3.688 de 1941. A justiça deverá ser instada a se manifestar em breve sobre o tema.

Os usuários devem checar os termos de privacidade e uso do site, checar CNPJ na receita federal, observar se a empresa tem endereço físico, bem como avaliar sua integridade em redes sociais e sites de defesa do consumidor.

Para os que foram lesados, recomenda-se registrar toda a ocorrência com “screenshots”, se necessário lavrar uma ata notarial em cartório de notas, após, deve-se notificar o site para o ressarcimento, sem prejuízo, é possível abrir uma reclamação no procon e acionar a justiça em busca da reparação material e moral, considerando o desgaste em lidar com tais sites, sem prejuízo de eventual medida criminal por crime envolvendo relação de consumo e, se comprovado, estelionato.

Os sites de leilão, por sua vez, podem se valer de perícia especializada e auditoria digital que mediante análise criteriosa, certifique e testifique que o sistema está limpo de bots e malwares, os isentando de responsabilidades e conseqüentemente, atestando a integridade do código.

image_pdfimage_print

3 comentários em “Leilão de centavos: Programados para fraudar”

  1. Avatar

    Perfeito o artigo e realmente, já tinha percebido o funcionamento fraudulento de diversos sites que utilizam o sistema de arremate em leilões de centavos.

    Mais uma forma de angariar recursos de internautas desavisados.

  2. Avatar

    Bom dia Srs.:

    Lendo o assunto acima, informo que fui uma das inumeras vitimas desses lobos virtuais, vejam a minha historia:
    Vi uma materia na televisão sobre leilão de centavos, e achei que a coisa era legal, como deve ser pelo menos imagino, na maioria dos leilões, entrei num, que por hora não vou relatar o site, por me resguardar, mas o caso foi assim, me cadastrei, ganhei lanes gratuitos, gostei, comprei mais, e para minha surpresa, arrematei um produto no valor de 1.700,00, por conta de cerca de 170 lances,” negócio da china não acham” pois bem, fiz o pagamento do arremate juntamente com o frete para ficar dentro dos termos de uso. Mas, bolei uma estrategia para ganhar, comprei mais lances, e me coloquei no leilão, no decorrer dos lances, o tempo foi passando, e notava, que em alguns casos, o a minha oferta era coberta de imediato, sendo que nos outros, o cronometro quase zerava, por hora, imaginei ser duas ou tres pessoas de um grupo, com estrategia a ganhar, o tempo foi passando, precisei comprar mais lances, ai veio o pesadelo, o site não liberava a entrada de credito, e eu não podia contra atracar, pois iria perder o que ja havia dado nos lances, nesse meio tempo, estava sozinho, em frente ao note, em frações de segundos, estava ao fone ligando para a operadora do cartão de credito, verificando o motivo da nao entrada de credito, onde os atendententes me dizram que nao haviam recebido nenhum pedido, e que as liberações são automaticas. Por fim, em meio a mandar email, para o site para ver o que estava ocorrendo, e cuidar do leilão, acabei por perder, pois estava nervoso, e desconcentrado.
    O site, me ressarciu com apenas 1/3 do que gastei.
    Até ai, tudo bem, pior que coloquei mais uma pessoa, na minha nova estrategia, entramos no leilão com mais de 500 lances cada um, fomos, ao longo do tempo, matando os lances, ate que ficamos com menor numero de participantes, compramos mais creditos, os creditos entraram na conta, e o leilão acirrou, era lá e cá, ai para eu me garantir, não perder o que ja havia gasto, comprei mais lances, e para minha surpresa, os caras, nao liberaram, foram liberar, 1 minuto apos acabar o leilão, perdi muito.
    E o pior, os bots, que estavam comigo, o que arrematou, nao foi o que apareceu na lista de ganhador.
    Uma enganação total.

    O que posso fazer nese caso?

    Existe como rastrear o note, e verificar a pagina do arremante?

    ” Pessoal, não entrem nos leilões sem as devidas analises, como CNPJ, telefone, endereço fixo, isso ajuda, se bem, que para malandro, tudo é possivel”

    Um abraço

    Carlos Anonimo

  3. Avatar

    Bom dia Zé!

    Vira e mexe-nos falamos via twitter (sou o @as_tech).

    Bom, darei meu depoimento como proprietário de 1 site destes (www.custamerreca.com.br).

    Baseado no seu artigo, confirmo que, quase 100% dos sistemas, possuem bots, afinal, o site precisa se resguardar… o sistema que uso, tb. possui esta opção (de habilitar os bots), porém, optei por nunca usar, afinal, prefiro deixar o pau quebrar entre humanos reais e cada um bolar a sua estratégia… fica emocionate e sempre algum humano real, ganha! Pesquisas pelo mundo, dizem que se vc. atender bem o cliente no pré e pós-venda e ele perceber que vc. agiu de forma honesta, ele está disposto a pagar até 30% a mais ou possui 30% a mais de chance de voltar a fazer negócios novamente com vc.

    Com relação aos que não vencem o leilão, sempre dou a opção de usar os créditos que gastou no leilão, p/ comprar o produto referido do leilão que acabou de participar, ou seja, o $$ investido, sempre volta de uma forma ou de outra, p/ o cliente/usuário participante! Isso atrai + pessoas p/ participar! Isso sem super faturar como faz a grande maioria!

    Em relação a lei dos jogos de azar, dá muito pano p/ manga, pois diferente das máquinas caça-níqueis, onde se joga contra a máquina que é programada p/ + ganhar de vc., do que perder (dependendo exclusicamente da sorte), procurei adequar o modus-operanti de acordo, ou seja, á partir do momento que tem apenas exclusivamente humanos participando, deixa de ser sorte e baseando-se apenas em estratégia e habilidade, deixa de ser considerado jogo de azar.

    As dicas p/ conferir a idoniedade do site, valem, mas não garantem muita coisa… afinal, CNPJ, apenas garante o $$ p/ governo (impostos) e olhe lá! Se o esquema for bem montado p/ golpes, já era.

    PARA CARLOS ANÕNIMO

    C/ relação aos atrasos, se usam sistema PagSeguro, as vezes a liberação automática, não é na hora e ocorre lag. Vira-e-mexe isso pode acontecer com qq. site (compras online, leilão online, etc).

    S/ a sua estratégia, cuidado, pois dependendo do site, não aceitam vc. fazer a famosa “panelinha/grupo” p/ tentar ser o vencedor, juntando + pessoas/parentes p/ irem cobrindo os lances. Muitos sites, pegando este esquema, banem os usuários ou ficam de olho e dão suspensão…

    É isso… Zé, se quiser entrar em contato p/ bater um papo s/ este assunto, é só chamar pelo meu e-mail.

    []´s e sorte aí!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima