José Milagre - Perito em Informática, marketing e proteção de dados. Especialista em crimes cibernéticos. Palestrante. Palestras e conscientização Combate a Crimes Digitais - Atendimento em todo o Brasil

(11) 98105-6959

(650) 318-5194

Avião da Malaysia Airlines: Por que os celulares chamam e depois e caem…

Avião da Malaysia Airlines: Por que os celulares chamam e depois e caem…

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Os celulares dos passageiros do avião que desapareceu na Malásia continuam chamando, mas não necessariamente tocando. Normalmente, trata-se daquele toque inicial antes de cair a ligação, o que para muitos significa que o proprietário do equipamento “desligou” ou “não quer falar ou atender a ligação”. Para alguns ainda, o fato trata-se “de um equipamento que não está desligado”.

Porém isso não significa triangulação. O especialista em tecnologia Jeff Kagan deu importantes esclarecimentos à NPR. Segundo ele, este primeiro toque antes de cair não significa que o equipamento esteja efetivamente tocando ou que seja possivel triangular os dados para se chegar a localização das pessoas.

Para o perito, o processo de tocar uma vez simplesmente pode significar que a operadora está procurando localizar o telefone, com base no último lugar de uma chamada completa. Seria, a primeira chamada, um lapso entre o “estamos buscando o celular” e o “sua chamada está sendo encaminhada para a caixa postal e estará sujeita à cobrança após o sinal”.

O “flight mode”, configuração necessária aos passageiros, também pode cooperar para o toque, que dá a impressão de um celular ligado ou em funcionamento. Ademais, um aparelho pode chamar mais de uma vez, o que não significa que este esteja tocando do outro lado. Vale a orientação a namorados, namoradas, noivos, noivas, maridos e esposas!

Comentando a questão, não tenho dúvidas que muitas evidências ainda podem ser encontradas com base em dispositivos eletrônicos e redes sociais das vítimas. As autoridades continuam ligando para os números e buscando triangulação. É comum e compreensível que familiares entendam que um toque no equipamento móvel tão íntimo ao passageiro seja como ouvir “respiração” de um ente querido. Esperamos e acreditamos que resultados esclarecedores podem vir da análise dos vestígios digitais gerados por passageiros e tripulação.

Referências:

http://www.npr.org/blogs/thetwo-way/2014/03/11/288998085/ringing-phones-do-not-mean-malaysian-passengers-are-ok

http://gizmodo.uol.com.br/por-que-os-celulares-de-passageiros-do-misterioso-voo-que-sumiu-continuam-tocando/

image_pdfimage_print

1 comentário em “Avião da Malaysia Airlines: Por que os celulares chamam e depois e caem…”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima